quarta-feira, 26 de março de 2014

Desencanto...




Porque a vida me deu tantas mágoas eu não sei...
Se sei eu não sei;
Porque saber é uma virtude
E, que eu saiba, não tenho muitas.
Mas sei também que tenho algumas;
Talvez um pouco de saber,
Que quando choro é que dói demais 
Por saber que a vida não é só saber;
É crescer, sentir, enfim viver...
Só assim pode-se aprender
E talvez não mais sofrer...
Meu canto é pranto... 
No canto desencanto...
Quero regressar e me embriagar
Me encontrar...
Para que meu canto enxugue o pranto...
Saia do canto...
Esqueça o desencanto...
Sirva de manto e abafe minha dor.

Daynor Lindner 

Publicado no site: O Melhor da Web em 26/03/2014 
Código do Texto: 116939

Nenhum comentário:

Postar um comentário